Todos os Horários estão como UTC - 3 horas




Criar novo tópico Responder Tópico  [ 55 Mensagens ]  Ir para a página 1, 2  Próximo
Autor Mensagem
 Assunto do Tópico: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 13:37 
Offline
Maggot!
Avatar de usuário

Data de registro:
Qui, 25-06-09 15:59
Mensagens: 422
Governo Racista (as leis “anti-racistas” que não valem quando a vítima é um branco)


O Racismo de Lula da Silva na Culpa da Crise

Cotas: 20% das vagas nas universidades são reservadas para pretos e 50% para alunos de escolas públicas (segundo as instituições negras e o próprio governo, escolas públicas possuem maioria negra e mestiça), ou seja, 20% das vagas para 6,2% da população e 50% das vagas para 44,2% da população. Enquanto 55,8% da população, disputa por 30% das vagas restantes.

Existem também cursos pré-vestibular gratuitos nas favelas, mas que atendem apenas negros e mestiços.

Existem também projetos de cotas raciais em empresas, que visam desempregar os brancos e empregar os negros.

Porém, o Art. 4º da Constituição, é citado que constitui crime de racismo “negar ou obstar emprego em empresa privada sob critérios raciais”.

Mais adiante, do Art. 6º da mesma lei, podemos encontrar a afirmação de que constitui crime de racismo “Recusar, negar ou impedir [sob critérios de classificação racial] a inscrição de aluno em estabelecimento de ensino público ou privado de QUALQUER GRAU; sendo julgada a pena de reclusão de 3 a 5 anos e, no caso do crime ser praticado contra um menor de 18 anos de idade [o que é o caso da maioria dos pré-vestibulandos], haverá um agravante de 1/3 da pena”.

É interessante lembrarmos também que, além dos cursos pré-vestibulares exclusivos para negros e mestiços existentes em todo o país, em São Paulo, existem escolas exclusivas para judeus. Nesses casos, a lei pode ser anulada. Mas e se nós, brancos, decidirmos criar escolas exclusivas para brancos, será que a lei será anulada também?

E por que os que elaboram, aprovam e praticam tais leis racistas (cotas raciais) não são presos e condenados por crime de prática racista, assim como determina a Lei?

Manifestações culturais (porque os negros podem impedir que brancos façam parte de suas manifestações culturais e os brancos não podem impedir que negros façam parte de suas manifestações culturais?):

No Art 9º, é citado como crime de racismo “impedir o acesso ou recusar atendimento em estabelecimentos esportivos, casa de diversões ou clubes sociais abertos ao público”.

Então, assim sendo…Por que o grupo carnavalesco baiano Ilê-Ayê permite apenas negros e impede o ingresso de foliões brancos em sua composição? Por que seus organizadores não respondem por crime de discriminação racial, como está criteriosamente descrito na em tal Lei?

E se os organizadores da Oktoberfest, em Santa Catarina, não permitissem a participação de negros no evento alegando que o mesmo visa representar a cultura européia, principalmente a alemã? Aí seria racismo? Dois pesos e duas medidas?

E se isso é indubitavelmente anticonstitucional por claramente contradizer a própria Constituição, como é possível elaborar e aprovar leis “anti-racismo” que praticam o próprio racismo e discriminação racial?

Aproveitando a questão acima, por que a participação e exibição da imagem de brancos não são permitidas na revista Raça, que é unicamente construída e feita por e para negros?

Se os negros já têm uma revista reservada apenas para eles e não permitem que não-negros participem da mesma, por que eles ainda insistem em afirmar que as outras revistas e agência de modelos são racistas quando o mercado e os consumidores solicitam mais a presença de modelos brancos/as?

Por que querem que a lei que obrigue a presença de negros nestas revistas se eles mesmos não estão dispostos a fazer o mesmo em favor dos não-negros? Isso não é muita hipocrisia e cara-de-pau?

No Brasil, o governo apóia e financia índios e negros que queiram viver isolados, preservando a sua cultura e sem misturas, mas quando um branco exige o mesmo, é taxado de racista e até preso.



Brancos no Brasil

Apesar de todas as mentiras que nos bombardeiam diariamente, de que não existem brancos puros no Brasil, de que somos todos mestiços e blá blá blá, as estatísticas provam que o Brasil é um país de maioria branca.

Segundo o IBGE, Brancos formam 53,7% da população (Em Santa Catarina esse número chega a 90%, Rio Grande do Sul 82%, Paraná 75% e São Paulo, mesmo com os imigrantes não-brancos nordestinos, 70%) , mestiços formam 38%, pretos 6,2%, amarelos ou mongólicos 1,7% e ameríndios 0,3%. Judeus não entram nessa estatística, mas são 95 mil.

No núcleo genético da UFMG, estudos genéticos sobre o genoma humano mostraram e comprovaram que 40% da população brasileira é, no mínimo, GENÉTICAMENTE 99,999999% européia, e considerando que 40% de mais de 180 milhões de brasileiros resultam em mais de 72 milhões de brancos genéticamente puros, que é um índice demográfico branco maior do que o de muitos países europeus (como o da Islândia, por exemplo, que apesar de ser hoje considerado um único pais 100% branco do planeta, possui apenas 500 mil habitantes).

Ou seja, brancos puros formam 40% da população brasileira e mestiços predominantemente brancos 13,7%.

A maior parte dos brancos do Brasil, são italianos, portugueses, espanhóis e alemães. Também há um número significativo de suíços (primeiros arianos não-portugueses a colonizarem o Brasil, tendo deixado sua marca nas cidades de Campos do Jordão e Nova Friburgo), gregos, holandeses, franceses, polacos, russos e ucranianos.

Italianos no Brasil

Atualmente, no Brasil, existem 30 milhões de ítalo-brasileiros, cerca de 20% da população. Formam a maior população de italianos fora da Itália. Se concentram principalmente no Sul, no Espírito Santo e em São Paulo, sendo que quase metade está em São Paulo.

São Paulo: O estado de São Paulo possui a maior colônia italiana no Brasil. Atraídos para trabalharem nas colheitas de café, no ano de 1899 já viviam no estado 800 mil italianos. São Paulo concentrava a maior parte das fazendas de café e, por isso, recebeu mais de 70% de todos os imigrantes italianos que vieram para o Brasil. A influência italiana em São Paulo é evidente tanto no interior do estado, como nas regiões urbanizadas, em bairros como a Mooca, o Brás e o Bixiga.

Atualmente, vivem em São Paulo quinze milhões de italianos e descendentes, representando cerca de 32,5% da população do estado.

Rio Grande do Sul: Em 1870, o governo do Rio Grande do Sul criou colônias na região das serras gaúchas e esperava-se atrair 40 mil imigrantes alemães para que ocupassem a região. Porém, as notícias de que os alemães estavam enfrentando problemas no Brasil fizeram com que cada vez menos imigrantes viessem da Alemanha. Isso obrigou o governo a procurar por uma nova fonte de imigrantes: os italianos. Em 1875, chegou o primeiro grupo, oriundo da Lombardia, que se estabeleceu em Nova Milano. Mais grupos, vindos principalmente da região do Vêneto, mas também do Trentino e do Friuli, se instalaram na região onde atualmente estão as cidades de Garibaldi, Bento Gonçalves, Farroupilha e Caxias do Sul. Depois alguns grupos se deslocaram para as regiões de Encantado, Guaporé, Veranópolis, Serafina Corrêa, Casca e, posteriormente, para as regiões de Santa Maria, Vale Vêneto, Nova Treviso e Silveira Martins. Ali eles passaram a viver da plantação de milho, trigo e outros produtos agrícolas, porém, a introdução do cultivo de vinho na região tornou a vinicultura a principal economia dos colonos italianos.

Atualmente, vivem no Rio Grande do Sul três milhões de italianos e descendentes, representando cerca de 30% da população do estado.

Santa Catarina: Os primeiros imigrantes italianos chegaram ao estado de Santa Catarina em 1836, oriundos da Sardenha, fundando a colônia de Nova Itália (atual São João Batista). Esses imigrantes pioneiros chegaram em número reduzido e pouco influenciaram na demografia do estado. Foi mais tarde, a partir de 1875, que passou a ser assentado no estado número maior de imigrantes italianos. Neste ano, foram criadas as primeiras colônias italianas do estado : Rio dos Cedros, Rodeio, Ascurra e Apiúna. Diversas outras colônias foram criadas nos anos seguintes, sendo o sul de Santa Catarina o principal foco de colonização italiana do estado. Os imigrantes se dedicaram principalmente à agricultura e à indústria de carvão.

A partir de 1910, milhares de gaúchos migraram para Santa Catarina, entre eles, milhares de descendentes de italianos. Esses colonos ítalo-gaúchos colonizaram grande parte do Oeste catarinense.

Atualmente, vivem em Santa Catarina três milhões de italianos e descendentes, representando 50% da população do estado.

Paraná: No início, a maior parte dos italianos trabalharam como colonos autônomos, porém, com o desenvolvimento do café, passaram a compor a mão-de-obra da região. As maiores colônias prosperaram na região metropolitana de Curitiba. A influência italiana se faz presente em todas as regiões do estado.

Atualmente, vivem cerca de quatro milhões de italianos e descendentes, representando 40% da população do estado.

Espírito Santo: Os italianos foram atraídos para o Espírito Santo a fim de ocupar a região das serras. Os imigrantes foram obrigados a enfrentar a mata virgem e foram abandonados pelo governo à própria sorte. A situação de miséria vivida por muitos colonos fez com que, em 1895, o governo italiano proibisse a emigração de seus cidadãos para o Espírito Santo. Atualmente, boa parte desses italianos e descendentes vivem isolados no interior do estado, preservando seu sangue e sua gloriosa cultura.

Entre os cinco estados com maior população italiana, o Espírito Santo, com um milhão e setecentos mil italianos e descendentes, possue a menor população italiana, mas a maior porcentagem, 65% da população do estado.


Imigração Alemã no Brasil

Atualmente, no Brasil, existem cerca de 18 milhões de germano-brasileiros/teuto-brasileiros, 10% da população.

A maior parte da população germano-brasileira está concentrada em São Paulo, Rio de Janeiro e principalmente no Sul.

D. Pedro II apoiou e incentivou a vinda de imigrantes alemães para o Brasil, pois achava necessário povoar as terras desabitadas do sul e escolheu os alemães para isso, pois os considerava um povo trabalhador.

Santa Catarina: O estado de Santa Catarina é considerado o estado mais germânico do Brasil. Aproximadamente 35% da sua população é de ascendência alemã, a maior porcentagem. As cidades do interior do estado ainda preservam a arquitetura germânica das casas, bem como a língua alemã e festas populares, como a Oktoberfest.

Ao contrário do que sucedeu no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina a colonização alemã não foi promovida através do governo, mas por iniciativas privadas. As colônias alemãs mais importantes foram criadas a partir de grupos como Hermann Blumenau e Ferdinand Hackradt (em 1850 a Colônia Blumenau) e pela Sociedade Hamburguesa (em 1851, a Colônia Dona Francisca, atual Joinville). A partir do início do século XX, migrantes germânico-gaúchos e imigrantes alemães foram trazidos do Rio Grande do Sul para ocupar novas colônias no oeste do estado, porém essas colônias não eram exclusivamente alemãs, pois contavam também com migrantes ítalo-gaúchos e imigrantes italianos.

Rio Grande do Sul: Em 1824 chegaram os primeiros colonos alemães ao Rio Grande do Sul, sendo assentados na atual cidade de São Leopoldo.

A maior parte dos alemães introduzidos ao Rio Grande do Sul, destinavam-se a colonização agrícola.

Em algumas décadas, a região do Vale do Rio dos Sinos estava quase que completamente ocupada por imigrantes alemães. A colonização transbordou da região, se expandindo por outras áreas do Rio Grande do Sul. É notável que a colonização alemã foi efetuada em terras baixas, seguindo o caminho dos rios. Na década de 1870, praticamente todas as terras baixas do interior do Rio Grande do Sul estavam sendo ocupadas pelos alemães, porém, as terras altas não atraíam os colonos, permanecendo desocupadas até a chegada dos italianos, em 1875.

Paraná: A primeira colônia foi fundada em 1829 em Rio Negro. Em 1855 alemães originários da Prússia fundam as Colônias de Terra Nova e Santa Leopoldina em Castro. Entre 1877 e 1879, chegou um grande número de alemães vindos da Russia(os alemães do rio Volga), mais tarde muitos alemães emigrariam da Russia novamente, fugindo das perseguições promovidas pelo governo judaico-comunista (judaico porque 80% do Partido Comunista era de judeus).

A maior parte dos imigrantes chegou no início do século XX, vindos diretamente da Alemanha, e se estabeleceram sobretudo nas regiões leste e sul. Em meados dos anos 1950, pessoas oriundas de colônias alemãs em Santa Catarina e Rio Grande do Sul também migraram para a Região Oeste e Sudoeste do estado. Nesta mesma época, imigrantes da região do Rio Danúbio criaram Entre Rios, em Guarapuava, e imigrantes oriundos de Danzig (fugindo da perseguição do governo comunista) ocuparam a região de Cambé e Rolândia, no Norte do estado.


São Paulo: Em São Paulo, os primeiros imigrantes chegaram em 1829 e se instalaram no bairro paulistano de Santo Amaro, mas a maior parte chegou no início do século seguinte, se dirigindo principalmente para as plantações de café no interior. Ribeirão Preto, Ibitinga e São Paulo são as cidades que concentram a maior parte da população germano-paulista.




Fonte: http://uniaoariana.wordpress.com


Editado pela última vez por SMALLVILLE em Seg, 05-03-12 14:07, num total de 1 vezes

Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 14:04 
Offline
Bonk!
Avatar de usuário

Data de registro:
Ter, 02-03-10 19:47
Mensagens: 1182
Localização: Brasília
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 14:13 
Offline
Maggot!
Avatar de usuário

Data de registro:
Qui, 25-06-09 15:59
Mensagens: 422
Aratinga escreveu:
Imagem


Por isso tem um vídeo com áudio tonto.

Se tivesse colocado 100% negro no título você leria não é?


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 14:19 
Offline
Wanker!
Avatar de usuário

Data de registro:
Sex, 23-05-08 16:13
Mensagens: 739
Tudo Bobagem.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 14:20 
Offline
Über
Avatar de usuário

Data de registro:
Qui, 31-12-09 11:57
Mensagens: 1555
Aratinga escreveu:
Imagem


Sh3lld3r escreveu:
Tudo Bobagem.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 15:16 
Offline
Maggot!
Avatar de usuário

Data de registro:
Qua, 12-01-11 18:07
Mensagens: 272
Localização: Brasília
Concordo completamente com o texto. Se vc abrir uma escola só para brancos a escola é taxada de racista, agora escola só para negros é "normal", "um projeto social" "etc". Ai sempre tem aquele negro que diz: mas vc é branco, vc não sabe o que é ser descriminado. Bom cara, vc tbm não é branco, e não sabe o que é viver numa sociedade pseudo-racista, onde continuam a dizer q negro que se fode e branco q tem a vida boa. Me lembro que no vestibular aqui da minha cidade, o argumento de medicina era 400 e alguma coisa para o sistema universal, agora no sistema de cotas o argumento era 80. Ai sempre tem aquela cara que diz: a, mas o branco estuda em escolas melhores. Diz isso pro tanto de negro que tinha na minha escola, e pro tanto de branco que tinha na escola publica. Fora que aqui não tem cota para escola publica, só para negro e mestiços mesmos, e mesmo assim o sistema universal é muito, mais muito concorrido, enquanto que o de cotas, nego ta deitando e rolando. Negro tem é a vida boa, quer emprego, governo ajuda; quer entrar na faculdade, governo ajuda; enquanto que branco ta ralando pra conseguir alguma coisa. Até porque, branco rico pode muito bem pagar uma faculdade particular, mas o reconhecimento do diploma não será o mesmo de uma publica, fora que as faculdades particulares de hj são tudo pilantra. Mensalidade ta em dia, ta passado.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 15:27 
Offline
Über
Avatar de usuário

Data de registro:
Qui, 31-12-09 11:57
Mensagens: 1555
Só cego não vê que o negro é discriminado sim neste país.
A maioria tem condição social sim inferior à nossa, mas tudo isso por culpa dos nossos antepassados.
Enquanto a maioria aqui é tatatatatataraneto de senhor de engenho, de fazendeiro rico, comerciantes, os negros são descendentes de escravos, que viveram em senzalas e por isso o caminho para os caras é muito mais difícil sim.

Não sou a favor desse negócio de cotas e o caramba, mas falar que negro não sofre discriminação no Brasil é, no mínimo, ser cego e ignorante.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 15:32 
Offline
Black Scotish Cyclops
Avatar de usuário

Data de registro:
Qua, 15-07-09 14:23
Mensagens: 2652
Localização: dsk here
nao li, mas sou loiro, branco e de olhos azuis
e agora


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 16:01 
Offline
Nemesis
Avatar de usuário

Data de registro:
Qui, 25-06-09 18:01
Mensagens: 6103
Olha o blog que fizeram, minha nossa... União ariana 88...

Quantos negros tem nas faculdades? Além de ser uma minoria, ainda tem a questão da cota. Quantos médicos são negros? Alguem já foi atendido por algum? Vai na industria e procura algum negro nos cargos mais altos... Voce vai encontrar como peão e olhe lá... Até mesmo na televisão tem poucos, exceto quando se fala de uma novela que tenha escravidão como tema e mesmo na TV tem cotas pro elenco e/ou funcionários dos bastidores. O mesmo acontece com mulheres, mas não no sentido de não ocupar esses cargos e sim de normalmente receberem menos.

Numa entrevista de emprego, 2 funcionários com um curriculo semelhantes, mas um caucasiano e outro afrodescendente, pode ter certeza que o branco tem maiores chances de ser contratado, porque a avaliação deixa de ser baseado na competencia pra ser baseado na identificação que o contratante tem com o futuro contratado, e os caucasianos dominam o mercado de trabalho.

Existem ainda a questão do racismo mesmo pelos quais os negros sofrem, que afetam psicologicamente os mesmos desde a infancia e sua formação escolar, que atrapalham os estudos (assim como existem também com caucasianos "diferentes" que sofrem bullying, mas em menor escala).

Apesar de citar tudo isso, não sei se seriam tão expressivos e dicótomos da situação financeira, que pode ser mais expressiva para essas diferenças (quem tem uma boa situação financeira, conseguirá ter filhos também com boa situação, enquanto quem não tem, terá mais dificuldade para que os filhos mudem de classe social). Talvez cotas baseadas exclusivamente na classe social e não na etnia fizessem mais sentido. Porém cotas nunca serão a solução, é apenas um paleativo, e medidas para a solução real do problema devem ser estabelecidas em paralelo (e não pode-se também apenas abandonar as cotas por enquanto)...

Eu sou contra medidas apenas paleativas (cotas) enquanto não houver as de resolução em paralelo, quando passar a ter, serei a favor...


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 16:34 
Offline
Sasha

Data de registro:
Sex, 23-05-08 16:25
Mensagens: 2054
SMALLVILLE escreveu:

Segundo o IBGE, Brancos formam 53,7% da população (Em Santa Catarina esse número chega a 90%, Rio Grande do Sul 82%, Paraná 75% e São Paulo, mesmo com os imigrantes não-brancos nordestinos, 70%) , mestiços formam 38%, pretos 6,2%, amarelos ou mongólicos 1,7% e ameríndios 0,3%. Judeus não entram nessa estatística, mas são 95 mil.

No núcleo genético da UFMG, estudos genéticos sobre o genoma humano mostraram e comprovaram que 40% da população brasileira é, no mínimo, GENÉTICAMENTE 99,999999% européia, e considerando que 40% de mais de 180 milhões de brasileiros resultam em mais de 72 milhões de brancos genéticamente puros, que é um índice demográfico branco maior do que o de muitos países europeus (como o da Islândia, por exemplo, que apesar de ser hoje considerado um único pais 100% branco do planeta, possui apenas 500 mil habitantes).

Ou seja, brancos puros formam 40% da população brasileira e mestiços predominantemente brancos 13,7%.


Esses dados são, no mínimo, absurdos. Chama a atenção ver que um artigo de um site chamado União Ariana 88 trata dados do IBGE, que são baseados em auto-declaração, como verdadeiros.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 16:38 
Offline
Über
Avatar de usuário

Data de registro:
Dom, 07-06-09 12:42
Mensagens: 1635
Localização: São Paulo > All
Talend escreveu:
Enquanto a maioria aqui é tatatatatataraneto de senhor de engenho, de fazendeiro rico, comerciantes, os negros são descendentes de escravos, que viveram em senzalas e por isso o caminho para os caras é muito mais difícil sim.


Então explique porque isso não aconteceu com os asiáticos. Chegaram aqui pouco depois da emancipação e trabalhavam nas mesmas condições, eram mal pagos e sofriam preconceito.

certa vez vi uma imagem no /b que me fez refletir, não tenho salva mas lembro do texto;

História das gerações de imigrantes;
1º Geração
Asiáticos: "Não falo a língua nativa desta terra, mas tenho força nas pernas para carregar carga e ganhar dinheiro o suficiente para alimentar minha família"
Africanos: "Meus antepassados foram descriminados e escravizados. Quando o império vai ajudar minha família?"

2º Geração
Asiáticos: "Não temos muito mas posso trabalhar 12 horas por dia para pagar os estudos dos meus filhos."
Africanos: "Meus antepassados foram descriminados e escravizados. Quando o governo vai ajudar minha família?"

3º Geração
Asiáticos: "Somos médicos, advogados e professores"
Africanos: "Meus antepassados foram descriminados e escravizados. Quando o governo vai ajudar minha família?"


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 16:44 
Offline
Nemesis
Avatar de usuário

Data de registro:
Qui, 25-06-09 18:01
Mensagens: 6103
ASspIrinA escreveu:
Então explique porque isso não aconteceu com os asiáticos. Chegaram aqui pouco depois da emancipação e trabalhavam nas mesmas condições, eram mal pagos e sofriam preconceito.


A cor da pele era igual: a eles eram permitidos o acesso as escolas e não eram discriminados quando tentavam emprego.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 16:58 
Offline
Sasha

Data de registro:
Sex, 23-05-08 16:25
Mensagens: 2054
Gosto muito dessas generalizações.

Também vou dizer que eram trabalhadores muito esforçados, não tendo mais filhos do que a quantidade que podiam sustentar.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 17:27 
Offline
Sasha
Avatar de usuário

Data de registro:
Seg, 20-07-09 12:12
Mensagens: 2138
Localização: S.A.dM / Divinópolis - MG
saudade do smallvile que usava gunboats...


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 17:46 
Offline
Maggot!
Avatar de usuário

Data de registro:
Qua, 12-01-11 18:07
Mensagens: 272
Localização: Brasília
Nossa cara, usar o fato de negro está nos cargar mais baixo não é sinônimo de preconceito, e sim de desigualdade social. E outra, muita gente vai até reclamar do que eu vou falar agora, mas sair da pobreza e alcançar a classe média alta/alta no Brasil é muito facil, até mesmo para os brancos, imagina para os negros? Meu pai mesmo é exemplo disso, ele morava em uma fazendo no interior do Piaui trabalhando na roça, vendendo bala/picolé na rua, e quando tinha tempo estudava. Hoje ele tem uma baita dum escritório de contabilidade e ganha cerca 20 mil por mes. E é branco. Ou seja, para um negro, ia ser mais facil ainda, pois entrar na faculdade seria mais facil, além dos beneficios do governo que o ajudariam a encontrar um emprego, etc. Nego é pobre pq é burro, e não pq é negro.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 17:48 
Offline
Bonk!
Avatar de usuário

Data de registro:
Ter, 02-03-10 19:47
Mensagens: 1182
Localização: Brasília
lol não leria do mesmo jeito, ler walltexts no pc me dão dor de cabeça


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 17:53 
Offline
Sasha
Avatar de usuário

Data de registro:
Seg, 20-07-09 12:12
Mensagens: 2138
Localização: S.A.dM / Divinópolis - MG
mentira ara, é so pq vc é negaum

brinks


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 17:54 
Offline
Nemesis
Avatar de usuário

Data de registro:
Qui, 25-06-09 18:01
Mensagens: 6103
huaahuahuahuahuahuahuahuahuahuauahuahuhuahuhuahuahua

http://blog.catho.com.br/2010/05/12/apa ... m-emprego/
http://www.fazendomedia.com/novas/cultura180106.htm
http://www.3hrh.com.br/artigos.php?id=166

Pobre é pobre por ser pobre (como uma inércia, mas aplicada na sociedade), não por ser burro. Se perguntar o que a aparencia tem a ver com a renda, eu desisto, pra variar...


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 18:19 
Offline
Über
Avatar de usuário

Data de registro:
Qui, 31-12-09 11:57
Mensagens: 1555
Tia Silvia escreveu:
Nossa cara, usar o fato de negro está nos cargar mais baixo não é sinônimo de preconceito, e sim de desigualdade social. E outra, muita gente vai até reclamar do que eu vou falar agora, mas sair da pobreza e alcançar a classe média alta/alta no Brasil é muito facil, até mesmo para os brancos, imagina para os negros? Meu pai mesmo é exemplo disso, ele morava em uma fazendo no interior do Piaui trabalhando na roça, vendendo bala/picolé na rua, e quando tinha tempo estudava. Hoje ele tem uma baita dum escritório de contabilidade e ganha cerca 20 mil por mes. E é branco. Ou seja, para um negro, ia ser mais facil ainda, pois entrar na faculdade seria mais facil, além dos beneficios do governo que o ajudariam a encontrar um emprego, etc. Nego é pobre pq é burro, e não pq é negro.



Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 20:02 
Offline
Sasha

Data de registro:
Qua, 23-06-10 15:27
Mensagens: 2035
New breed é azul e tira com todo mundo, temos q prende-lo.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 20:21 
Offline
Maggot!

Data de registro:
Sáb, 08-01-11 21:07
Mensagens: 492
Bah, pessoas são racistas porque são ignorantes, basta verificar quem foi citado no texto que isso fica óbvio.

Lula
Quem faz as leis no Brasil
Criador do texto
Quem discrimina(independentemente da etnia)

@Aspirina

Isso é um exagero cara, se entendi o seu texto, os "negros" ainda não se igualaram aos "brancos" igual os asiáticos não porque estão fazendo corpo-mole, e sim porque não existe cultura no mundo que se compare à asiática em termos de esforço e dedicação, sem falar que uma coisa é vir trabalhar em condições ruins, outra é sofrer racismo + 350 anos de escravidão.


E quem não acredita nessa comparação de culturas, basta comparar o tempo que o Japão demorou para ser desenvolvido desde o fim do feudalismo, e que meios utilizaram para chegar à este ponto, e depois fazer isso com qualquer país europeu...

E o "negro" e "branco" foi entre "" porque não existe cor de pele, só existe diferentes quantidades de melanina(inb4 captain obvious)


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 20:51 
Offline
Sasha

Data de registro:
Sex, 23-05-08 16:25
Mensagens: 2054
LoaDing escreveu:

E o "negro" e "branco" foi entre "" porque não existe cor de pele, só existe diferentes quantidades de melanina(inb4 captain obvious)


Meu Deus, cara. Precisa ser tão politicamente correto assim?

Não consegue distinguir um albino de origem africana de um europeu comum? As estruturas facial e craniana são idênticas em seus olhos?

Aceitar que raças existem não implica em ideias de superioridade, inferioridade, discriminação. É algum crime reconhecer que, por exemplo, negros são, por razões tanto genéticas como culturais, mais aptos a serem velozes?


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 21:11 
Offline
Maggot!

Data de registro:
Sáb, 08-01-11 21:07
Mensagens: 492
Scharfek escreveu:
LoaDing escreveu:

E o "negro" e "branco" foi entre "" porque não existe cor de pele, só existe diferentes quantidades de melanina(inb4 captain obvious)


Meu Deus, cara. Precisa ser tão politicamente correto assim?

Não consegue distinguir um albino de origem africana de um europeu comum? As estruturas facial e craniana são idênticas em seus olhos?

Aceitar que raças existem não implica em ideias de superioridade, inferioridade, discriminação. É algum crime reconhecer que, por exemplo, negros são, por razões tanto genéticas como culturais, mais aptos a serem velozes?


Acho que eu realmente exagerei nessa parte, mas minha intenção dessa frase não era ser 100% politicamente correto, e sim, falar que não existe alguma diferença "sólida" entre brancos e negros que justifique o racismo.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 22:41 
Offline
Maggot!
Avatar de usuário

Data de registro:
Ter, 19-10-10 20:09
Mensagens: 130
Localização: Caxias do Sul - RS
Racismo é crime e a lei é igual para todos, indiferente da cor ! Mas levando em conta que o Brasil é o Brasil, vou jogar TF2 que ganho mais do que ler tópicos inuteis que não ajudaram em nada esse assunto... *Claro com td respeito eheh


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 23:04 
Offline
Maggot!
Avatar de usuário

Data de registro:
Sáb, 13-02-10 21:37
Mensagens: 321
mimimi racismo contra branco.

sou branco e nunca sofri racismo, e dizer que existe racismo contra branco no Brasil é no mínimo hilário. Essas tentativas de incluir cotas para negros em diversos locais, é justamente pra quebrar o ciclo vicioso de não acesso a educação que historicamente ocorre com essa parte da população, que evita a ascensão social dos mesmos, segregação está que advém desde o tempo da escravidão.

Na Austrália existem políticas parecidas com aborígenes, e ninguém fica lá chorando que o resto do povo australiano tá sofrendo racismo, pois o povo conhece a história do próprio país.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 23:32 
Offline
Maggot!
Avatar de usuário

Data de registro:
Ter, 19-10-10 20:09
Mensagens: 130
Localização: Caxias do Sul - RS
No Brasil tem as cotas para negro pois como um "favor" depois de tanto sofrimento contra escravos, sei lá não, vejo outra explicação lógica


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Seg, 05-03-12 23:57 
Offline
Sasha
Avatar de usuário

Data de registro:
Dom, 29-11-09 21:18
Mensagens: 2061
Localização: Santo André - SP
Nao to falando que negros nao sofrem racismo. Mas

Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Ter, 06-03-12 01:17 
Offline
Maggot!
Avatar de usuário

Data de registro:
Qui, 25-06-09 15:59
Mensagens: 422
Não existe cor morena!

Ou é branca ou é preta não existe moreno. O que existe são os miscigenados, mestiços ou podem ser chamados de pardos. É uma mistura de branco , preto, índio.

Existe uma confusão aqui no brasil e em alguns países, não só pela cultura brasileira, mas também pelo arcaico IBGE. O quesito "cor" sempre foi problemático nos censos do IBGE.


A cor da pele é determinada primariamente pela quantidade e tipo de melanina, o pigmento que dá à pele sua cor...

Os genes dominantes A e B, a, b codificam a produção d melanina

Genótipos
Fenótipos
(cor da pele)


AA BB
Negro

AA Bb ou Aa BB
Mulato escuro

AA bb, aa BB ou Aa Bb
Mulato médio

Aa bb ou aa Bb
Mulato claro

aa bb
Branco


Ou seja: Não adianta seu amigo/a dizer que é branco/a porque é moreno/a claro, ela é de cor parda e ponto final.

Exemplo que o Brasil deveria aprender:

Nos Estados Unidos não é utilizado nem o termo "Pardo ou mestiço". Preto lá não aceita este termo. Tem um ditado assim: " Basta um pingo de café, para o leite não ser branco". Ou seja, basta um pingo de sangue preto em suas veias pra você ser Preto.


Tem muito imbecil aqui no brasil como esse aqui:

Imagem

E depois são os brancos que são racistas.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Ter, 06-03-12 07:35 
Offline
Sasha

Data de registro:
Sex, 23-05-08 16:25
Mensagens: 2054
Na boa, para de delirar.

Supor que só existem cinco tonalidades diferentes para a cor da pele (branco, "mulato claro", "mulato médio", "mulato escuro" e preto) é um absurdo. Não são poucos os biólogos brasileiros que consideram esse estudo uma verdadeira piada. Ande um pouco na rua que você encontra, no mínimo, vinte tonalidades diferentes.

E acho impressionante como você conseguiu se contradizer tanto. Se você parte do pressuposto de que miscigenados devem ser chamados de pardos, então não há nada de absurdo na declaração do Neymar. Ele não é branco, nem preto, mas sim pardo.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Ter, 06-03-12 07:46 
Offline
Sasha

Data de registro:
Sex, 23-05-08 16:25
Mensagens: 2054
SPY INTELECTUAL escreveu:
mimimi racismo contra branco.

sou branco e nunca sofri racismo, e dizer que existe racismo contra branco no Brasil é no mínimo hilário. Essas tentativas de incluir cotas para negros em diversos locais, é justamente pra quebrar o ciclo vicioso de não acesso a educação que historicamente ocorre com essa parte da população, que evita a ascensão social dos mesmos, segregação está que advém desde o tempo da escravidão.

Na Austrália existem políticas parecidas com aborígenes, e ninguém fica lá chorando que o resto do povo australiano tá sofrendo racismo, pois o povo conhece a história do próprio país.


Aquilo que o Ghost Killer disse de criar cotas baseadas exclusivamente na condição social, e não em raça, teria um efeito prático muito semelhante ao atual. Por que um negro com boa condições de vida precisa de cotas? As cotas não estariam o incentivando a ser mais acomodado?

Sobre a Austrália, você só esqueceu de aspectos muito importantes: os aborígenes têm uma cultura e uma forma de vida muito diferente das dos australianos brancos, além de serem uma parcela muito inexpressiva da população. Então, de fato, na Austrália pode-se falar de uma identidade aborígene e de uma identidade branca.

No Brasil, a situação é muito mais complexa. Quase inexiste uma "cultura negra brasileira" (em termos atuais) ou "cultura branca brasileira". Além disso, os afrodescendentes representam a maioria da população. É muito comum que os dois grupos ocupem os mesmos espaços, tenham os mesmos gostos, etc.. E aí eu faço a pergunta: isso pode ser a exceção da exceção, mas por que um negro de boas condições de vida deve ter mais chances de ascensão social do que um branco pobre?


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Ter, 06-03-12 08:04 
Offline
Sasha
Avatar de usuário

Data de registro:
Dom, 29-06-08 12:27
Mensagens: 2339
uEAHUEAHUAEUHAEUHAEUHUAEUHUHAEHAEHUUEHAEUH
o cara realmente acha que só existem 5 cores de pele? e que só existem 4 genes que codificam a cor? jxvcjklfsadkncvz,,mn


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Ter, 06-03-12 10:21 
Offline
Über
Avatar de usuário

Data de registro:
Qui, 31-12-09 11:57
Mensagens: 1555
SMALLVILLE escreveu:
Não existe cor morena!

Ou é branca ou é preta não existe moreno. O que existe são os miscigenados, mestiços ou podem ser chamados de pardos. É uma mistura de branco , preto, índio.

Existe uma confusão aqui no brasil e em alguns países, não só pela cultura brasileira, mas também pelo arcaico IBGE. O quesito "cor" sempre foi problemático nos censos do IBGE.


A cor da pele é determinada primariamente pela quantidade e tipo de melanina, o pigmento que dá à pele sua cor...

Os genes dominantes A e B, a, b codificam a produção d melanina

Genótipos
Fenótipos
(cor da pele)


AA BB
Negro

AA Bb ou Aa BB
Mulato escuro

AA bb, aa BB ou Aa Bb
Mulato médio

Aa bb ou aa Bb
Mulato claro

aa bb
Branco


Ou seja: Não adianta seu amigo/a dizer que é branco/a porque é moreno/a claro, ela é de cor parda e ponto final.

Exemplo que o Brasil deveria aprender:

Nos Estados Unidos não é utilizado nem o termo "Pardo ou mestiço". Preto lá não aceita este termo. Tem um ditado assim: " Basta um pingo de café, para o leite não ser branco". Ou seja, basta um pingo de sangue preto em suas veias pra você ser Preto.


Tem muito imbecil aqui no brasil como esse aqui:

Imagem

E depois são os brancos que são racistas.


Nossa!!! Quanta merda!!!!

Velho, para resumir a conversa e o tópico.

O que você acha dos pretos???


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Ter, 06-03-12 10:36 
Offline
Maggot!
Avatar de usuário

Data de registro:
Qui, 25-06-09 15:59
Mensagens: 422
Citação:
Nossa!!! Quanta merda!!!!

Velho, para resumir a conversa e o tópico.

O que você acha dos pretos???


Como disseram em alguns posts... preto só se faz de coitadinho e NÃO querem realmente mudar a história. Eles deveriam dizer um NÃO a contas, porque, desde que o mundo é mundo privilégios nunca deram certo.

O problema não é tanto os pretos, mas os "Neymares" que querem ser brancos.


Sobre as cores da pele...

Independente se existem 5, 10 ou 20... Branco é branco... não existe branco moreno.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Ter, 06-03-12 11:04 
Offline
Sasha

Data de registro:
Sex, 23-05-08 16:25
Mensagens: 2054
Gostaria de entender que diferença te faz se um mulato pensa que é branco

Também quero saber qual a sua definição de moreno.

Aliás, aposto que sua classe menos jogada é o Demoman.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Ter, 06-03-12 11:20 
Offline
Maggot!
Avatar de usuário

Data de registro:
Qui, 25-06-09 15:59
Mensagens: 422
Scharfek escreveu:
Gostaria de entender que diferença te faz se um mulato pensa que é branco


É ser preconceituoso com a sua cor.

Citação:
Também quero saber qual a sua definição de moreno.


Não existe moreno

Citação:
Aliás, aposto que sua classe menos jogada é o Demoman.


É sim, mas não porque é preto, é porque é classe pra sem dedo.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Ter, 06-03-12 12:42 
Offline
Nemesis
Avatar de usuário

Data de registro:
Sex, 23-05-08 13:13
Mensagens: 7787
Localização: Belo Horizonte - MG
só sei q se vc for branco, homem, classe media, heterosexual e ateu, vc ta na merda.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Ter, 06-03-12 13:20 
Offline
Wanker!
Avatar de usuário

Data de registro:
Seg, 08-08-11 17:43
Mensagens: 643
Localização: Curitiba/PR
Eu sou branco, alto, gordo, loiro, tenho olhos azuis e sofro racismo em qualquer lugar!

Claro, não sofro nenhum tipo de preconceito por ser caucasiano, loiro de olhos azuis, mas...

Vamos falar apenas do ambiente "Onibus". No onibus tem os bancos preferencias que todos conhecem, tem um adesivo dizendo que obesos tem preferencia para sentar. Gordo não consegue ficar de pé por acaso? Precisa mesmo de banco preferencial? Pera lá! Por que eu estou sendo separado do "comum"? Bacama, o Estado sendo preconceituoso comigo.
E a sociedade? Será que me trate diferente? Ontem mesmo, um senhora ficou me olhando torto pq ela queria teleportar para trás do onibus e descer no próximo ponto. Como se eu fosse culpado pela estupidez humana, já que um bando de filho da puta entra no onibus e empaca na primeira porta mesmo que o fundo do onibus esteja vazio. E quando vc ta sentado em um banco duplo? Ninguem senta, entra 30 pessoas e ficam todas de pé, como se vc elas fossem pegar obesidade por sentar do seu lado.
E pra foder eu sou alto, 1,95. Em um onibus comum existem 3 lugares que eu posso sentar. É gordo e n cabe nos bancos? Não, as pernas não entram na maioria dos bancos, o espaço entres os bancos é ridículo, parece que foi padronizado pra quem tem pernas amputadas. E olha que nos bancos que tem mais espaço eu ainda fico com os joelhos pressionados contra o banco da frente. Nos demais bancos só rola sentar de lado. Olha que eu nem falei como os bancos são estreitos para um gordinho. Bacana essas padronizações, não? Mais um vez a nossa sociedade capitalista globalizada favorecendo o "cidadão comum" e fodendo com a vida das "minorias".
E olha que eu só falei do ambiente "onibus". Imagina no resto.

Anyway, eu sofro preconceito? Sim. Eu me junto com outros gordinhos e altinhos por ai pra fazer passeata e reclamar? Não. Tenho um dia especial de orgulho a minha "raça"? Não. Consigo entrar na faculdade mais fácil? Não.

Eu não sou contra cotas ou outras coisas que ajudem a facilitar o acesso de pessoas menos favorecidas financeiramente, afinal dentro desse grupo tem muita gente que tem potencial, só precisam de um empurrão. Mas sou totalmente contra qualquer coisa do tipo que seja fundamentada na raça da pessoa, seja branca, negra, amarela, rosa ou azul bebe com bolinhas laranja. Alias, raça o carvalho, todo mundo é Homo Sapiens do mesmo jeito.

É isso aí. Rage Quit!


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Ter, 06-03-12 18:16 
Offline
Nemesis
Avatar de usuário

Data de registro:
Qui, 25-06-09 18:01
Mensagens: 6103
A diferença básica é que ser gordo, salvo raríssimas exceções, é algo que pode ser mudado (e deve, não é só questão de beleza, aumenta e muito a sua chance de sofrer de várias coisas). Ter uma cor de pele diferente não afeta a saúde de nenhuma forma prejudicial (na verdade afeta, negros tem mais chances de ter determinadas doenças genéticas, mas tem menos chance de ter um cancer de pele por exemplo, e a relação por incrível que pareça é bem menor do que a obesidade com outras doenças...) e não é algo que se possa mudar (favor não citarem Michael Jackson).

Espero que voce saiba que as pessoas não sentam do seu lado porque vão ficar provavelmente mais espremidas do que se ficarem em pé e ainda vão espremever voce junto... E estou falando também como gordo e também como alto. Sentar em um onibus por ser alto é uma bosta, eu sento tendo que empurrar o banco hiper rigido da frente com o joelho pra que mais alguem possa sentar também. E no avião? É pior ainda, principalmente quando o retardado que está na sua frente acha que tem direito de ir deitado, ainda que quebre seu joelho no processo, porque ele está pagando...


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Ter, 06-03-12 19:21 
Offline
Civilian
Avatar de usuário

Data de registro:
Seg, 27-02-12 14:56
Mensagens: 74
se mata smallville


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Qua, 07-03-12 22:24 
Offline
Maggot!

Data de registro:
Sex, 09-09-11 22:52
Mensagens: 306
Sou preto e nós diaviamos ter era 90% da vagas , sofremos muito no passado ;)


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Qua, 07-03-12 22:28 
Offline
Bonk!
Avatar de usuário

Data de registro:
Dom, 14-09-08 20:20
Mensagens: 1361
minha classe menos jogada é demonman tmb

será que sou racista e não sei disso?


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Qua, 07-03-12 22:49 
Offline
Moderador

Data de registro:
Sex, 23-05-08 17:36
Mensagens: 5478
Talend escreveu:
Enquanto a maioria aqui é tatatatatataraneto de senhor de engenho, de fazendeiro rico, comerciantes, os negros são descendentes de escravos, que viveram em senzalas e por isso o caminho para os caras é muito mais difícil sim.


Seguindo essa logica, a maioria brasileira era senhor de engenho. Seriam entao 50% de senhores de engenho e 6% de escravos!

Cota racial foi criada pra tratar racismo no naipe dos EUA anos 60 e apartheid na Africa, onde existia de fato uma casta inferiorizada. Racismo existe? Claro que existe. Agora, admitir que o negro é inferior e precisa de cota pra se igualar a um branco ou pardo nao é racismo tambem?

Quer criar cota, cria cota social pra quem nao pode pagar uma faculdade particular. Ao menos o critério é mais objetivo.

Ou melhor ainda, melhora a porra do ensino publico, como foi até os anos 70, daí não precisa de cota pra ninguem.

Sobre o video do lula: Odeio o sapo barbudo ali, mas fica claro que o contexto que ele usou foi pra meter pau em americano, wall street e europeu.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Qua, 07-03-12 23:14 
Offline
Maggot!
Avatar de usuário

Data de registro:
Dom, 09-01-11 13:19
Mensagens: 290
me lembrou uma vez que um adm baniu um cara por estar com o nick de "cadeirante preto", enquanto tinha um montão de gente com o nick de cadeirantes.
quem foi racista é o adm, não o cara.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Qua, 07-03-12 23:21 
Offline
Maggot!
Avatar de usuário

Data de registro:
Qui, 25-06-09 15:59
Mensagens: 422
SlimeOne escreveu:
me lembrou uma vez que um adm baniu um cara por estar com o nick de "cadeirante preto", enquanto tinha um montão de gente com o nick de cadeirantes.
quem foi racista é o adm, não o cara.


Ele é contra a cota :)


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Qui, 08-03-12 02:25 
Offline
Sasha

Data de registro:
Sex, 23-05-08 16:25
Mensagens: 2054
Folhaz escreveu:
minha classe menos jogada é demonman tmb

será que sou racista e não sei disso?


Achei que dava para entender que aquela parte da mensagem nem deveria ser levada a sério, mas ignore. :>


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Qui, 08-03-12 08:24 
Offline
Wanker!
Avatar de usuário

Data de registro:
Seg, 08-08-11 17:43
Mensagens: 643
Localização: Curitiba/PR
Scharfek escreveu:
Folhaz escreveu:
minha classe menos jogada é demonman tmb

será que sou racista e não sei disso?


Achei que dava para entender que aquela parte da mensagem nem deveria ser levada a sério, mas ignore. :>

A minha é heavy.
Será q eu n gosto de gordos?

OH WAIT! :lol:


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Qui, 08-03-12 14:20 
Offline
Maggot!
Avatar de usuário

Data de registro:
Qua, 12-01-11 18:07
Mensagens: 272
Localização: Brasília
C4rnage escreveu:
só sei q se vc for branco, homem, classe media, heterosexual e ateu, vc ta na merda.


Fudeu!!! :shock:


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Sex, 09-03-12 04:15 
Offline
Moderador
Avatar de usuário

Data de registro:
Qua, 22-06-11 14:59
Mensagens: 1161
Localização: Campinas, São Paulo
Tia Silvia escreveu:
C4rnage escreveu:
só sei q se vc for branco, homem, classe media, heterosexual e ateu, vc ta na merda.


Fudeu!!! :shock:


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Sex, 09-03-12 19:24 
Offline
Maggot!

Data de registro:
Sáb, 18-09-10 11:29
Mensagens: 338
Tia Silvia escreveu:
Concordo completamente com o texto. Se vc abrir uma escola só para brancos a escola é taxada de racista, agora escola só para negros é "normal", "um projeto social" "etc". Ai sempre tem aquele negro que diz: mas vc é branco, vc não sabe o que é ser descriminado. Bom cara, vc tbm não é branco, e não sabe o que é viver numa sociedade pseudo-racista, onde continuam a dizer q negro que se fode e branco q tem a vida boa. Me lembro que no vestibular aqui da minha cidade, o argumento de medicina era 400 e alguma coisa para o sistema universal, agora no sistema de cotas o argumento era 80. Ai sempre tem aquela cara que diz: a, mas o branco estuda em escolas melhores. Diz isso pro tanto de negro que tinha na minha escola, e pro tanto de branco que tinha na escola publica. Fora que aqui não tem cota para escola publica, só para negro e mestiços mesmos, e mesmo assim o sistema universal é muito, mais muito concorrido, enquanto que o de cotas, nego ta deitando e rolando. Negro tem é a vida boa, quer emprego, governo ajuda; quer entrar na faculdade, governo ajuda; enquanto que branco ta ralando pra conseguir alguma coisa. Até porque, branco rico pode muito bem pagar uma faculdade particular, mas o reconhecimento do diploma não será o mesmo de uma publica, fora que as faculdades particulares de hj são tudo pilantra. Mensalidade ta em dia, ta passado.


Por esse motivo que acho que a cota para negros é a maior idiotice que existe nas universidades por aí. Eu estudo em colégio particular, onde há maioria branca(inclusive eu), mas mesmo assim um grande numero de negros. Porque eles merecem cotas especiais sendo que tiveram as mesmas oportunidades e qualidade de ensino que eu tive?

Na minha opinião deveria existir cotas apenas para quem estuda em escola publica, sendo branco, negro, mulato, amarelo, verde ou azul, porque as pessoas que estudam la sim possuem menos chances de passar em um vestibular pela péssima qualidade da educação publica brasileira.

Sou a favor daquela lei que obriga os deputados a colocarem seus filhos em escolas publicas, para ver se assim eles decidem fazer alguma coisa de útil já que vai pesar nos ombros deles. Mas quem aprova ou não essa lei são os próprios deputados, então nós não vamos ver isso acontecer tão cedo e, provavelmente, nunca.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: Racismo contra brancos no Brasil
MensagemEnviado: Sáb, 10-03-12 01:30 
Offline
Maggot!
Avatar de usuário

Data de registro:
Qui, 25-06-09 15:59
Mensagens: 422
Existir cota é um dos maiores preconceitos que possa existir. Se os próprios pretos não tão nem ai em ser descriminados, porque brancos e afins estariam?


Voltar ao topo
 Perfil  
 
Mostrar mensagens anteriores:  Organizar por  
Criar novo tópico Responder Tópico  [ 55 Mensagens ]  Ir para a página 1, 2  Próximo

Todos os Horários estão como UTC - 3 horas


Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 0 visitantes


Você não pode criar novos tópicos neste fórum
Você não pode responder tópicos neste fórum
Você não pode editar suas mensagens neste fórum
Você não pode excluir suas mensagens neste fórum
Você não pode enviar anexos neste fórum


Procurar por:
Ir para:  





Todos os direitos reservados à Federação Brasileira de Team Fortress.